Browsing articles in "notícias"

Encontro da Compolítica 2019 recebe submissões

out 23, 2018   //   by rodrigocarreiro   //   notícias  //  No Comments

Convidamos os (as) colegas pesquisadores (as) a submeterem seus trabalhos para o 8o. Congresso da Associação Brasileira de Pesquisadores em Comunicação e Política ( Compolítica), que será realizado entre 15 e 17 de maio de 2019 na Faculdade de Comunicação da Universidade de Brasília. Pela primeira vez, Brasília será a cidade-sede do evento.

A temática geral da 8a. edição é Política e Comunicação Pós-Eleições no Brasil. O evento pretende proporcionar um espaço de diálogo e reflexão sobre os rumos do cenário político-midiático brasileiro e da pesquisa em Comunicação e Política. A programação conta com grandes nomes da área e inclui mesas sobre novas agendas de pesquisa e o papel de novos e velhos atores nos resultados das eleições.

As submissões de Resumos Expandidos podem ser feitas diretamente no hotsite do Congresso até o dia 15 de dezembro de 2018. A lista de trabalhos aceitos será publicada até o dia 20 de janeiro de 2019. Os artigos completos deverão ser enviados pelos autores e autoras para publicação nos Anais até o dia 20 de março de 2019.

O evento é uma promoção da Associação Brasileira de Pesquisadores em Comunicação e Política (Compolítica) e realização do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Faculdade de Comunicação da UnB. Também conta com apoio do Programa de Pós-Graduação em Ciência Política do Instituto de Ciência Política da UnB, do Núcleo de Estudos sobre Mídia e Política – NEMP/CEAM/UnB, do Centro de Estudos Avançados Multidisciplinares – CEAM/UnB, do Grupo de Pesquisa Cultura, Mídia e Política, do Grupo de Pesquisa Democracia e Desigualdades – Demodê e do Grupo de Pesquisa Ciência, Tecnologia e Política – CTPOL.

Mais informações sobre datas importantes, inscrições e programação podem ser conferidas: https://doity.com.br/compolitica2019

NOTA EM DEFESA DA DEMOCRACIA

out 22, 2018   //   by rodrigocarreiro   //   notícias  //  No Comments

A Associação Brasileira de Pesquisadores em Comunicação e Política (COMPOLÍTICA) manifesta profunda preocupação em relação à proliferação de movimentos antidemocráticos durante o processo eleitoral iniciado em outubro deste ano. Tais grupos difundem uma perigosa relativização da ditadura civil-militar, instaurada no Brasil em 1964, e de suas práticas violentas e autoritárias. Assim procedendo, seus porta-vozes incentivam a violência, legitimam a tortura e colocam em cheque o regime político inaugurado pela Constituição Cidadã de 1988. Em nome de nossos associados, repudiamos essas ações na esperança de que a sociedade e nossas instituições sejam firmes o suficiente para renovarem seus valores republicanos e atuarem em prol da democracia.

Arthur Ituassu (PUC-Rio), presidente
Danila Cal (UFPA), vice-presidente
Luiz Augusto Campos (UERJ), secretário
Associação Brasileira de Pesquisadores em Comunicação e Política (COMPOLÍTICA)

Somos todos Marielle

mar 19, 2018   //   by rodrigocarreiro   //   notícias  //  No Comments

Prezada comunidade pesquisadora,

A Associação Brasileira de Pesquisadores em Comunicação e Política (COMPOLITICA) registra seu pesar e indignação frente à execução da vereadora carioca Marielle Franco, ocorrida no dia 14/3/2018 na cidade do Rio de Janeiro. Marielle era uma das principais lideranças políticas da cidade e do Brasil, sobretudo no que concerne à militância pela defesa dos direitos humanos e dos diversos grupos de gênero, raça e classe, aos quais tais direitos são cotidianamente negados. Com uma longa jornada de militância em todas essas frentes, a vereadora dedicou seus últimos dias à condenação e investigação da intervenção federal-militar a que o estado do Rio de Janeiro está submetido. As características bárbaras do crime e as bandeiras de sua militância fazem crer que seu assassinato teve motivações políticas que devem ser investigadas de modo célere e em observação estrita às normas legais, como defendia a própria vereadora. Além disso, a COMPOLITICA se solidariza a todos os familiares, entes próximos e organizações políticas que tiveram e certamente continuarão tendo em Marielle Franco um exemplo de luta e liderança. Também nos mostramos solidários com a família de Anderson Pedro Gomes, motorista do carro que conduzia a vereadora e sua assessora.

Atenciosamente,

Arthur Ituassu (PUC-Rio)
Danila Cal (UFPA)
Luiz Augusto Campos (UERJ)
Associação Brasileira de Pesquisadores em Comunicação e Política (COMPOLÍTICA)

Compolítica divulga resultados do Prêmio para Artigos de Conjuntura (2018)

mar 5, 2018   //   by rodrigocarreiro   //   notícias  //  No Comments

Prezadas pesquisadoras e prezados pesquisadores da comunidade Compolítica,

Gostaríamos de anunciar o resultado do Prêmio Compolítica para Artigos de Conjuntura (2018).

A avaliação dos artigos submetidos ficou por conta da atual diretoria da Compolítica (Arthur Ituassu, PUC-Rio; Danila Cal, UFPA; e Luiz Augusto Campos, UERJ) e um grupo de pareceristas composto de: Kelly Prudêncio (UFPR), Camilo Aggio (UFMG), Rafael Sampaio (UFPR), Liziane Guazina (UnB) e Michele G. Massuchin (UFMA).

Os critérios para a avaliação dos trabalhos, como consta do edital divulgado, foram: a) relevância para compreensão de aspectos da conjuntura atual; b) abordagem teórico-metodológica adequada aos objetivos do artigo; c) contribuição para a área da Comunicação e Política; d) qualidade redacional.

Dessa forma, enfatizando a adequação temática e o enfoque na conjuntura político-midiática brasileira, os avaliadores decidiram premiar dois trabalhos: “A Comunicação Política depois do golpe: notas para uma agenda de pesquisa”, de Afonso de Albuquerque (UFF), vencedor do Prêmio Compolítica para Artigos de Conjuntura 2018, e “O Judiciário na crise política: os ‘recados’ públicos do Supremo Tribunal Federal“, de Grazielle Albuquerque (Unicamp), que recebeu “Menção Honrosa” dos avaliadores.

Como consta do edital, o vencedor do Prêmio Compolítica para Artigos de Conjuntura (2018) terá como premiação a cobertura pela Compolítica dos custos de hospedagem e aéreos (ida e volta, dentro do espaço nacional) para o VIII COMPOLÍTICA, a ser realizado em 2019, em Brasília, além da quantia de R$ 1.000,00 (hum mil reais), a ser paga na ocasião do Congresso, quando serão entregues também os certificados.

Além disso, ambos os artigos serão recomendados para publicação (com revisão dos editores) na Revista Compolítica.

Aproveitamos mais uma vez para agradecer a todos que submeteram ao Prêmio e ao corpo de pareceristas pelo apoio fundamental na avaliação dos trabalhos.

Atenciosamente,
 

Arthur Ituassu (PUC-Rio)
Danila Cal (UFPA)
Luiz Augusto Campos (UERJ)

Associação Brasileira de Pesquisadores em Comunicação e Política (COMPOLÍTICA)

Nota de repúdio à violação da autonomia universitária

fev 22, 2018   //   by rodrigocarreiro   //   notícias  //  No Comments

A Associação Brasileira de Pesquisadores em Comunicação e Política (Compolítica) vem a público manifestar sua solidariedade e apoio ao professor e pesquisador Luis Felipe Miguel (UnB), um dos sócios fundadores desta instituição, vice-presidente na gestão 2013-2015, diante da ameaça do Ministério da Educação (MEC) em comunicado que diz pretender encaminhar à Advocacia-Geral da União, ao Tribunal de Contas da União, à Controladoria-Geral da União e ao Ministério Público Federal solicitação de apuração de suposta improbidade administrativa face à oferta de disciplina na graduação em Ciência Política da UnB que visa a discutir o golpe de 2016 e o futuro da democracia no país. O movimento parte justamente de entidade a que compete zelar pela autonomia universitária, conforme prescreve o artigo 207 da Constituição Federal.

A comunidade acadêmica tem sido vítima frequente de arbítrios semelhantes nos últimos meses. Mesmo após o trágico episódio que envolveu o suicídio do professor Luiz Carlos Cancellier, então reitor da UFSC, prisões, conduções coercitivas e demais gestos indicativos de abuso de poder, ora orquestrados pelo Judiciário, ora pelo Executivo, têm indicado aos professores, alunos, servidores técnico-administrativos e demais membros da comunidade um exagero e um ímpeto manifesto em desqualificar o ambiente da universidade pública e das instituições de ensino superior de modo geral.

O curso proposto pelo colega da UnB, a partir da disciplina “Tópicos Especiais em Ciência Política 4”, com o tema “O golpe de 2016 e o futuro da democracia no Brasil” tem os seguintes objetivos: “(1) Entender os elementos de fragilidade do sistema político brasileiro que permitiram a ruptura democrática de maio e agosto de 2016, com a deposição da presidente Dilma Rousseff; (2) Analisar o governo presidido por Michel Temer e investigar o que sua agenda de retrocesso nos direitos e restrição às liberdades diz sobre a relação entre as desigualdades sociais e o sistema político no Brasil; (3) Perscrutar os desdobramentos da crise em curso e as possibilidades de reforço da resistência popular e de restabelecimento do Estado de direito e da democracia política no Brasil.” O programa contempla bibliografia lúcida, de autores relevantes nas Ciências Humanas e Sociais do país.

Além disso, conforme o próprio pesquisador afirma, em nota posterior à divulgação do caso, “Trata-se de uma disciplina corriqueira, de interpelação da realidade à luz do conhecimento produzido nas ciências sociais, que não merece o estardalhaço artificialmente criado sobre ela”, ao que emenda “A única coisa que não é corriqueira é a situação atual do Brasil, sobre a qual a disciplina se debruçará”. Em outras palavras, a disciplina se propõe a um exercício de análise de conjuntura, uma das mais sofisticadas e intricadas vertentes teórico-epistemológicas.

A nota emitida pelo Ministério da Educação enxerga como “ataque às instituições brasileiras”, uma proposta de discussão e debate em alto nível sobre a realidade social no país após 2016.

Esta Associação reafirma seu compromisso com a defesa da autonomia universitária e estimula iniciativas que busquem aprofundar a análise do atual cenário político e midiático brasileiro.

 

Atenciosamente,

Associação Brasileira de Pesquisadores em Comunicação e Política (COMPOLÍTICA)

www.compolitica.org

secretaria@compolitica.org

Compolítica firma parceria com a Asociación Latinoamericana de Investigadores en Campañas Electorales (ALICE)

out 18, 2017   //   by rodrigocarreiro   //   notícias  //  No Comments

Com o intuito de promover o intercâmbio científico e realizar atividades acadêmicas em conjunto, a Compolítica e a Asociación Latinoamericana de Investigadores en Campañas Electorales (ALICE) firmaram uma importante parceria para a área de comunicação e política no Brasil. O acordo prevê desconto para associados em todos os congressos da Alice, além de um protocolo de intenções que inclui:

–     Colaboración para la difusión entre ambas comunidades de las actividades que desarrollan sendas organizaciones.
–     Intercambio de noticias e informaciones relevantes para ambas organizaciones y sus integrantes, tales como convocatorias de becas, proyectos de investigación, etc.
–     Facilitar la asistencia de los miembros de ambas comunidades a las actividades propuestas, incentivando la asistencia mediante políticas de descuento u otras propuestas pertinentes.
–     Colaboración en la organización y realización de Seminarios, Jornadas y actos de todo tipo sobre materias relacionadas con la comunicación política y las campañas electorales.
–     Apoyar institucionalmente las actividades que se concreten entre ambas organizaciones.
–     Fomentar la realización de trabajos de investigación en los campos de sus competencias, promoviendo estudios y dotando ayudas, becas y premios.

Em breve o documento com todo o conteúdo da parceria será divulgado. O acordo está, neste primeiro momento, sendo desenvolvido por uma comissão formada pelos professores Arthur Ituassu (PUC-Rio, Presidente da COMPOLÍTICA), Danila Cal (UFPA, Vice-Presidente da COMPOLÍTICA), Ismael Crespo Martínez (Universidad de Murcia, Presidente da ALICE) e Alberto Mora (Secretario Ejecutivo Junta Directiva, ALICE).

Compolítica lança Prêmio para artigos de conjuntura. Veja como participar

set 20, 2017   //   by rodrigocarreiro   //   notícias  //  No Comments

Prêmio Compolítica para Artigos de Conjuntura (2018)

“Comunicação e Política no Brasil Contemporâneo”

 

Em meio a um dos mais graves momentos de crise política no Brasil e aos questionamentos sobre o papel da Comunicação nesse contexto, a Associação Brasileira de Pesquisadores em Comunicação e Política (COMPOLÍTICA) anuncia a abertura das inscrições para o Prêmio Compolítica para Artigos de Conjuntura (2018), com o tema “Comunicação e Política no Brasil Contemporâneo”. A iniciativa tem a intenção de estimular a produção de artigos acadêmicos de conjuntura e premiar trabalhos inéditos que ajudem a entender o contemporâneo em suas múltiplas dimensões, com especial ênfase nas relações entre Comunicação e Política.

1 – Das Inscrições

1.1. Poderão concorrer ao Prêmio Compolítica para Artigos de Conjuntura (2018) pesquisadores pós-graduados e pós-graduandos em Comunicação, Ciência Política e áreas afins.

1.2. A autoria dos trabalhos poderá ser individual ou coletiva.

1.2. As inscrições deverão ser feitas da seguinte forma:

  1. a) os trabalhos devem ser enviados por e-mail para secretaria@compolitica.org, em duas vias no formato pdf, uma com autoria(s) identificada(s) e outra sem autoria identificada;
  2. b) a mensagem deve ter como assunto: Prêmio Compolítica para Artigos de Conjuntura (2018);
  3. c) as duas versões (uma com autoria, outra sem autoria) devem ser enviadas de acordo com os padrões editoriais da Revista Compolítica, disponíveis no link:

http://compolitica.org/revista/index.php/revista/about/submissions – onlineSubmissions

d) o prazo para envio é até às 24h de 30 de dezembro de 2017.

2 – Da Avaliação

2.1. O processo de avaliação será conduzido por uma comissão formada pelos três membros da diretoria da Compolítica – Professores Arthur Ituassu (PUC-RIO), Danila Cal (UFPA) e Luiz Augusto Campos (UERJ) – com pareceres de avaliadores doutores e pesquisadores em Comunicação e Política, quando necessário.

2.2. O resultado da premiação será divulgado no site e na lista de e-mail da Compolítica até 5 de março de 2018.

2.3 Os artigos serão avaliados seguindo os seguintes critérios: a) relevância para compreensão de aspectos da conjuntura atual; b) abordagem teórico-metodológica adequada aos objetivos do artigo; c) contribuição para a área da Comunicação e Política; d) qualidade redacional.

3 – Da premiação

3.1. Serão concedidas premiações aos três melhores artigos, conforme os termos a seguir:

3.1.1. Os três melhores artigos serão publicados em um dossiê especial da Revista Compolítica em 2018.

3.1.2 O melhor artigo, vencedor do Prêmio Compolítica para Artigos de Conjuntura (2018), terá como premiação, ao autor principal ou a um dos autores, a cobertura pela Compolítica dos custos de hospedagem e aéreos (ida e volta, dentro do espaço nacional) para o VIII COMPOLÍTICA, a ser realizado em 2019, em Brasília, além da quantia de R$ 1.000,00 (hum mil reais).

4 – Da organização

4.1 A organização deste concurso é constituída da atual direção da Compolítica, que se reserva o direito de decidir sobre toda e qualquer dúvida ou problema que possa decorrer deste concurso.

 

Baixe este edital em PDF clicando aqui

Lista de discussão

jun 7, 2017   //   by rodrigocarreiro   //   notícias  //  No Comments

Faça parte da nossa lista de discussão

Nova diretoria é eleita em assembleia realizada em Porto Alegre

jun 7, 2017   //   by rodrigocarreiro   //   notícias  //  No Comments

A Associação Brasileira de Pesquisadores em Comunicação e Política (COMPOLÍTICA) comunica a posse da sua nova diretoria, composta de Arthur Ituassu (PUC-Rio/presidente), Danila Cal (UFPA/vice-presidente) e Luiz Augusto Campos (IESP-UERJ/secretário). A eleição ocorreu em assembleia no dia 12 de maio, ao final do VII Congresso da COMPOLÍTICA, realizado na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), em Porto Alegre.

A nova diretoria aproveita para agradecer aos docentes e estudantes da Fabico e do Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Informação da UFRGS, em especial à coordenadora geral do evento, Maria Helena Weber, pela brilhante condução. Em mesas de discussão e sessões dos nove Grupos de Trabalho, o VII COMPOLÍTICA reuniu mais de 200 pesquisadores da área de Comunicação e Política do país. Os debates e os trabalhos apresentados podem ser acessados aqui no site da instituição.

Na mesma linha, a gestão eleita agradece à gestão anterior da COMPOLÍTICA, sobretudo a Fernando Lattman-Weltmann (UERJ) e Kelly Prudêncio (UFPR), pelos avanços do período e pela condução impecável da Associação.

Também ficou decidido, durante a última assembleia, que o próximo Congresso será realizado na Universidade de Brasília (UnB), em 2019, com especial agradecimento a Liziane Guazina, Luis Felipe Miguel e Sivaldo Pereira.

Ata da Assembleia de Porto Alegre (12/05/2017)

Páginas:123»

notícias Categories