Estrutura dos Congressos

 

Os Congressos Compolítica são organizados em sessões de Grupos de Trabalho, Mesas-Redondas e Conferências.

Os Grupos de Trabalhos (GTs) acolhem e discutem, em profundidade, entre oito e dez trabalhos, e têm a duração de um dia. São espaços para apresentação de pesquisas em estágio mais avançado, embora possam contar com a assistência de um público mais amplo. Os trabalhos discutidos em cada GT são selecionados pelos seus respectivos coordenadores.

A Conferência é realizada por pesquisador convidado pela Comissão Científica. O congresso normalmente se compõe de uma conferência de abertura, realizada por um renomado pesquisador na comunidade internacional.
As mesas-redondas têm duração de uma hora e meia e são compostas por três pesquisadores e um coordenador, a convite da Comissão Científica. O seu objetivo é apresentar e discutir o estado da pesquisa em Comunicação e Política.

Grupos de Trabalho

 

1. Comunicação e democracia · Flávia Biroli (UnB) <flaviabiroli@gmail.com>

Acolhe trabalhos sobre a relação entre mídia e política nas sociedades democráticas, incluindo abordagens que destaquem o papel da comunicação nas teorias da democracia, os processos de produção das preferências e de definição da opinião pública, as transformações no discurso político e a importância da visibilidade midiática na produção do capital político, a conformação da agenda pública, a relação entre representantes e representados e os processos de accountability.

 

2. Mídia e eleições · Felipe Borba (UNIRIO) <felipe.borba10@gmail.com>

Tem como foco pesquisas que objetivam compreender a relação entre mídia e processos eleitorais. Dentre os eixos que constituem essa relação, cabe destacar: a) cobertura jornalística de eleições; b) Horário Gratuito de Propaganda Eleitoral (HGPE); c) comportamento eleitoral; d) mídias alternativas e eleições; e) accountability eleitoral; f) mídia e eleições permanentes.

 

3. Comunicação institucional e imagem pública · Maria Helena Weber (UFRGS) <maria.weber@ufrgs.br>, <mhelenaweber@terra.com.br>

Tem por objetivo discutir trabalhos que exploram a relação entre a mídia e a imagem pública tanto dos governantes, representantes, e atores da sociedade civil quanto das instituições políticas. Abrange a) marketing político; b) campanhas políticas; c) construção da imagem pública de representantes, de atores cívicos e de instituições; d) estratégias de formação de imagem; e) pesquisa e avaliação de imagem.

 

4. Internet e política · Sérgio Braga (UFPR) <sssbraga@gmail.com>, <ssbraga@ufpr.br>

Abrange estudos sobre fenômenos políticos das mais diversas naturezas que se apresentam na Internet e a partir dela. Contempla os seguintes eixos: a) relação entre as novas tecnologias e democracia; b) governo eletrônico; c) accountability eletrônico d) experiências de utilização da internet como espaço de participação e reivindicação política de grupos sociais ou cidadãos.

 

5. Comunicação e sociedade civil · Rousiley Maia e Rafael Sampaio (UFMG) <rousiley@fafich.ufmg.br>, <rousiley@yahoo.com.br>

Encampa trabalhos de natureza teórica e empírica que contemplem a interface entre comunicação e sociedade civil. Entre as múltiplas dimensões dessa interface, convém citar: a) ações coletivas com foco na visibilidade midiática; b) representações sociais nos media; c) identidade, reconhecimento e meios de comunicação; d) ativismo midiático e comunicação comunitária; e) ciberativismo; f) participação política e mobilização social; g) esfera pública e processos deliberativos; h) representação política e sociedade civil.

 

6. Cultura política, comportamento e opinião pública · Luciana Veiga (UNIRIO) <lucveiga@terra.com.br>, <luciana.fernandes.veiga@hotmail.com>, 

Acolhe trabalhos voltados para os seguintes temas: a) identificação de conhecimentos, valores e crenças que influenciam o comportamento político dos diversos atores na democracia (cidadãos, eleitores, políticos, partidos entre outros), b) análise dos determinantes do voto, c) estudo das percepções da opinião pública sobre os temas em debate e sua fundamentação, d) a importância da mídia em todos estes processos. Buscam-se diferentes ângulos de aproximação – teóricos e metodológicos – dos temas sob análise.

 

7. Políticas de comunicação · Othon Jambeiro (UFBA) <othonfernando@uol.com.br>

Tem o objetivo de debater textos que tratem de: a) bases conceituais para a formulação e execução de políticas de comunicação; b) relação entre políticas e estratégias de comunicação com cultura, democracia e cidadania; c) condicionantes históricos, econômicos, políticos, culturais, institucionais e legais para a formulação e desenvolvimento de políticas de comunicação; d) estrutura e funcionamento de instituições e organizações, públicas e privadas, envolvidas nos processos decisórios de concepção, implementação e controle das políticas de comunicação no mundo contemporâneo; e) tecnologias avançadas, particularmente Internet, e sua relação com os vários níveis de governo e grupos sociais e econômicos.

8. Jornalismo político · Fernando Azevedo (UFSCar) <f.azevedo@me.com>

Aceita trabalhos voltados à compreensão dos condicionamentos e conseqüências do jornalismo político. São bem vindas abordagens teóricas, históricas, empíricas, comparativas e transdisciplinares. Algumas questões clássicas incluem: cobertura eleitoral; ética jornalística e prática profissional; economia política dos meios noticiosos; jornalismo online; crise política e escândalo midiático; jornalismo e accountability; imprensa, governo e controle da informação; entre outras.

9. Propaganda e marketing político · Luciana Panke (UFPR) <lupanke@gmail.com>

Aceita artigos que identifiquem a importância da propaganda política no composto do marketing, tendo como eixos temáticos: a) história da propaganda política; b) biografias dos marketeiros políticos; c) experiências de propaganda política em veículos de comunicação (jornais, revistas, rádio, televisão, internet e “no midia”/midia informal); d) jingles e slogans eleitorais; e) experiências inovadoras de planejamento estratégico em marketing político; f) marketing político internacional, relatos de experiências.