Discussão Política no Facebook

estudo de caso da campanha Pequenas Corrupções – Diga Não!

Palavras-chave: Discussão Política On-line, Deliberação On-line, Discordância Política, Facebook, Controladoria-Geral da União

Resumo

A partir da ideia de que alguns ambientes não especializados da Internet podem se constituir em espaços de discussão política frequentados por cidadãos comuns, este artigo apresenta os resultados do estudo de caso da campanha “Pequenas Corrupções – Diga Não!”. A pesquisa tem por objetivo descobrir em que medida essa iniciativa digital do governo brasileiro promoveu discussões no Facebook e com quais características se deram essas conversações. O conjunto de achados indicou que a campanha gerou muito engajamento e pouca discussão e que a discordância esteve presente em apenas um em cada cinco comentários, o que sugere a pouca heterogeneidade de visões entre os usuários da página da CGU no Facebook.

Biografia do Autor

Alzira Ester Angeli, Universidade Federal do Paraná

Doutoranda e mestre em Ciência Política na Universidade Federal do Paraná. É pesquisadora em comunicação política e governo aberto.

Rafael Cardoso Sampaio, Universidade Federal do Paraná

Doutor em Comunicação e Cultura Contemporâneas e professor do Departamento de Ciência Política e dos Programas de Pós-graduação em Ciência Política e em Comunicação Social da Universidade Federal do Paraná. É pesquisador em comunicação política e democracia digital.

Referências

BAEK, Y.M.; WOJCIESZAK, M.; CARPINI, M.X.D. Online versus face-to-face deliberation: Who? Why? What? With what effects? New Media & Society, v. 14, n. 3, 2012, p. 363-383.
BARROS, S.; CARREIRO, R. “O Facebook como plataforma para o comentário de notícias: uma análise da deliberatividade em cinco temas”. In: MENDONÇA, R.F.; SAMPAIO, R.C.; BARROS, S.A.R. (Orgs.). Deliberação On-line no Brasil: entre iniciativas de democracia digital e redes sociais de conversação. Edufba, 2016.
BAUER, Martin W. Análise de conteúdo clássica: uma revisão. In; BAUER, M.; GASKELL, G. (orgs.) Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som: um manual prático. Petrópolis: Vozes, p. 189-217, 2002.
BBC BRASIL. Lista aponta 10 ‘práticas de corrupção’ do dia a dia do brasileiro.
Disponível em:
http://www.bbc.com/portuguese/noticias/2012/11/121024_corrupcao_lista_mdb.shtml. Acesso em: 9 jul. 2016.
BELLO, J. The dark side of disagreement? Revisiting the effect of disagreement on political participation. Electoral Studies, v. 31, n. 4, 2012, p. 782-795.
BOND, R.M.; FARISS, C.J.; JONES, J.J.; KRAMER, A.D.I.; MARLOW, C.; SETTLE, J.E.; FOWLER, J.H. A 61-million-person experiment in social influence and political mobilization.
Nature, v. 489, 2012, p. 295-298.
BRUNDIDGE, J. Encountering “difference” in the contemporary public sphere: the contribution of the Internet to the heterogeneity of political discussion networks. Journal of Communication, v. 60, n. 4, 2010, p. 680-700.
CARREIRO, R.; GOMES, W. Discussão Política Online no Brasil. In: VII COMPOLÍTICA, 2017, Porto Alegre. Anais eletrônicos. Disponível em: http://www.compolitica.org/home/wp-content/uploads/2017/05/CARREIRO_-GOMES_Discussa%CC%83o-poli%CC%81tica-online-no-brasil.pdf. Acesso em: 7 dez. 2017.
CONOVER, P.J.; SEARING, D.D.; CREWE, I.M. (2002). The deliberative potential of political discussion. British Journal of Political Science, v. 32, 2002, p. 21-62.
CONTROLADORIA-GERAL DA UNIÃO. Pequenas Corrupções – Diga Não! Disponível em: http://www.cgu.gov.br/redes/diga-nao. Acesso em: 9 jul. 2016.
DAHLBERG, Lincoln. Net-Public Sphere Research: Beyond the" First Phase". JAVNOST-the public, v. 11, n. 1, p. 27-44, 2004.
EVELAND, W.P.; MOREY, A.C.; HUTCHENS, M.J. Beyond Deliberation: New Directions for the Study of Informal Political Conversation from a Communication Perspective. Journal of Communication, v. 61, 2011, p. 1082-1103.
GRAHAM, T. Talking politics online within spaces of popular culture: the case of the Big Brother Forum. Javahost-The Public, v. 17, n. 4, 2010.
HABERMAS, J. Direito e Democracia: entre facticidade e validade. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1997.
KEARNEY, M. W. Political Discussion on Facebook: An Analysis of Interpersonal Goals and Disagreement. Master Thesis. University of Kansas. 2013.
KIM, Y. The contribution of social network sites to exposure to political difference: The relationships among SNSs, online political messaging, and exposure to cross-cutting perspectives. Computers in Human Behavior, v, 27, 2011, p. 971-977.
MANSBRIDGE, J. Everyday political talk in the deliberative system. In: MACEDO, S. (org.). Deliberative Politics: essays on democracy and disagreement. Oxford University Press, NY. 1999.
MARQUES, A.C.S.; MAIA, R.C.M. A conversação sobre temas políticos em contextos comunicativos do cotidiano. Política & Sociedade, n. 12, 2008.
MENDONÇA, R. F.; PEREIRA, M. A. “Democracia digital e deliberação online: um estudo de caso sobre o VotenaWeb”. In: Congresso Latino Americano de Opinião Pública – WAPOR, v. 4, 2011.
MENDONÇA, R. F.; SAMPAIO, R. C.; BARROS, S. A. R. “Introdução: Alguns passos em um campo em formação: deliberação on-line no Brasil”. In: MENDONÇA, R. F.; SAMPAIO, R. C.; BARROS, S. A. R. (org.). Deliberação On-line no Brasil: entre iniciativas de democracia digital e redes sociais de conversação. Edufba, 2016.
MILLER, P. R.; BOBKOWSKI, P. S.; MALINIAK, D.; RAPOPORT, R. B.; Talking Politics on Facebook: Network Centrality and Political Discussion Practices in Social Media. Political Research Quarterly, 2015, v. 68, n. 2, 2015, p. 377-391.
NIR, L. Disagreement and opposition in social networks: Does disagreement discourage turnout? Political Studies, v. 59, n. 3, 2011, p. 674-692.
RIEDER, B. Studying Facebook via Data Extraction: The Netvizz Application. In: Proceedings of the 5th Annual ACM Web Science Conference, 2013, p. 346-355.
SCHUDSON, M. Why conversation is not the soul of democracy. Critical Studies in Media Communication, v. 14, n. 4, 1997, p. 297-309.
STREICH, G. W. Constructing Multiracial Democracy: to Deliberate or Not to Deliberate? Constellations, v. 9, n. 1, 2002, p. 127-153.
STROMER-GALLEY, J.; WICHOWSKI, A. Political Discussion Online. In: Handbook of Internet Studies. CONSALVO, M.; ESS, C. (Orgs). Blackwell Publishing, ed. 2011.
WOJCIESZAK, M. E.; MUTZ, D. C. Online groups and political discourse: Do online discussion spaces facilitate exposure to political disagreement? Journal of Communication, v. 59, n. 1, 2009, p. 40-56.
WYATT, R.O.; KATZ, E.; KIM, J. Bridging the spheres: Political and personal conversation in public and private spaces. Journal of Communication, v. 50, n. 1, 2000, p. 71–92.
ZHANG, W.; JOHNSON, T.J.; BICHARD, S.L. The revolution will be networked: the influence of social networking sites on political attitudes and behavior. Social Science Computer Review, v. 28, 2010, p. 75-92.
Publicado
2019-09-15
Como Citar
Angeli, A., & Sampaio, R. (2019). Discussão Política no Facebook. Compolítica, 9(2), 37-64. https://doi.org/https://doi.org/10.21878/compolitica.2019.9.2.200