[1]
L. Bernar, Opressões interseccionais e resistências do trabalho doméstico no Brasil a partir dos estudos de comunicação e gênero, Compolítica, vol. 11, nº 3, p. 145-154, jun. 2022.